MENU
BUSCA

Capacitação

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com a Central Estadual de Transplantes (CET) e Organização de Procura de Órgãos (OPO), promoveu ontem, […]

Por admin, Sergipe
set 9, 2020 as 3:26 pm - Política

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com a Central Estadual de Transplantes (CET) e Organização de Procura de Órgãos (OPO), promoveu ontem, 8, no Decós Day Hospital, uma capacitação sobre os novos protocolos a serem aplicados por médicos na determinação de morte encefálica. O evento teve como público alvo médicos da Rede Atenção à Saúde no intuito de alinharem os atendimentos prestados às diretrizes determinadas pela nova Resolução nº 2.173/2017 do Conselho Federal de Medicina (CFM) sobre o protocolo da morte encefálica. Uma das novas exigências afirma que o médico responsável pelo protocolo seja capacitado e habilitado para isso. O coordenador do Central Estadual de Transplantes (CET), Benito Fernandez , diz que o objetivo é formar mais profissionais da saúde e médicos qualificados para identificar pacientes em provável morte encefálica. “A resolução estabelece que o profissional precisa ter no mínimo um ano de cuidados em pacientes em coma. A ideia é exatamente capacitá-los para poderem realizar o diagnóstico”, explica Benito.

Outras Categorias:
Veja Mais
Comentarios